15 de setembro de 2016

Filme: Pets


   Hey! Essa semana está sendo desanimadora. Passei meu sábado todo fora de casa envolvida num projeto de empreendedorismo que participo no meu colégio. Não é que tenha sido chato, pois não foi. Eu aprendi coisas diferentes, assisti palestras interessantes e ainda pude sentir a competitividade que existe nessa área. Mas o stress e as coisas chatas são inevitáveis e me fazem pensar se tenho paciência suficiente para lidar com a pressão. Eu não me arrependo de ter entrado nesse projeto, afinal já está na reta final, mas cansa, sabe?
  
  Outra coisa que vem me incomodando um bocado é o desânimo. O último post foi uma playlist eletrônica, e o motivo que me levou a criá-la foi buscar uma animação onde não tem. Acabei compartilhando, porém eu continuo bem chateada com algumas coisas. Sei lá. Acho que estou precisando fazer alguma coisa diferente pra levantar o astral. Ir para umas festinhas, procurar um curso ou aprender alguma coisa nova, como música ou esporte. Só sei que não tem um motivo certo para esse meu estado, e o pior é que fico meio antipática com esse humor e assim as pessoas acabam se afastando.

   Ah. Eu até terminei de escrever a postagem sobre pessoas que forçam outras a fazer ou gostar de alguma coisa, e assuntos parecidos, mas, sinceramente, eu não gostei do resultado. Tentei reescrever e continuou horrível. Como não queria trazer um conteúdo que não agradou nem mesmo quem o escreveu decidi deixá-lo nos rascunhos e pensar em outra coisa.

    Aí lembrei-me que esses dias assisti o novo filme de animação da Illumination Entertainment: Pets – A vida secreta dos bichos. Minha opinião ficou um tanto conflitante com os comentários mega positivos que escutei, mas essa é só minha opinião.

Já foram recepcionados assim?
   Max é um cachorro de apartamento que é muito ligado a sua dona, porém, num dia qualquer, ela volta para casa com Duke, um cão enorme, peludo e que parece querer se apropriar do espaço de Max. As divergências os levam a se meter em encrencas, assim como serem perseguidos pela carrocinha e encontrarem uma gangue de animais que detesta humanos.

   A ideia do filme é divertida, um tanto que parecida com Toy Story e com uma pitada de Bolt – o super cão afinal, quem nunca ficou imaginando o que seu mascote faz quando está sozinho em casa? É um filme colorido, com muitas cenas divertidas e que qualquer um que possua um bicho de estimação vai se identificar. Eu, por exemplo, me identifiquei no caso, identifiquei minha gata com as cenas em que aparece Chloe, uma gata esfomeada e sincera, principalmente quando ela senta dentro de caixas e potes.


   Mas para ser sincera, o que me desagradou foi a forma como não souberam explorar bem os personagens. A todo o momento surgia algo novo e inusitado, mas era só. Senti que alguns personagens ficaram bem de escanteio, mesmo que fossem “anunciados” como um provável protagonista. Ah, mas Isa, esse filme não é uma animação focada ao público infantil? Sim, mas será que não poderiam ter mantido um pouco a ideia de uma narrativa mais leve e menos corrida? Para que tanta informação em pouco tempo?

   Eu não esperava uma história a la Pixar, muito menos um conto de fadas como os da Disney, na verdade, eu não sabia o que esperar do filme. Talvez rir um pouco. Tá certo que não sou a crítica, que meus conhecimentos cinematográficos são limitados, mas, por mais que eu tenha achado graça de algumas cenas envolvendo os animais, eu me decepcionei um pouco.


   Além disso, eu achei que o enredo que mostraria mais do cotidiano. Algo que chamasse a atenção por situações inusitadas dos pets em casa, ou mesmo do convívio com o seus donos e outras coisas do tipo. Não sei se ficaria clichê, mas foi essa a minha impressão ao assistir os trailers e a divulgação nas redes sociais.

   Não posso dizer que odiei o filme, muito menos que ele não me fez rir. Como já disse, em muitos momentos eu me diverti com as jogadas. É um filme que pode agradar todo mundo, é divertido, tem uma trama comum, mas não é uma animação profunda. Eu não gosto de avaliar com estrelinhas ou coraçõezinhos, pois não entendo nada de cinema, mas senti vontade de compartilhar a minha opinião sobre esse filme.

   Recomendo se estiver procurando um filme com uma temática leve e, claro, se tiver alguma espécie de animal de estimação, tenho certeza de que vai encontrar alguma mania do seu bichinho no filme.

   Por hoje é só! Até.

10 comentários

  1. Oi Isa! Aqui é a Kay, só que com um nome novo x3

    Que bacana esse projeto! Eu entendo a questão da pressão, eu tinha esse problema, mas com o tempo a gente aprende a lidar com ambientes que exigem muito o tempo todo de você. Eu trabalhei por um tempo esse ano, e era bastante estressante, só que eu sou uma pessoa bastante controlada, e sentir essa pressão foi bom, pois pude aprender mais sobre autocontrole, além de que coisas pequenas que antes me estressavam, hoje já não me estressam tanto. Acho que fiquei "imune" às pequenas coisas, hahahah.

    Eu estava com esse desânimo esses tempos. Embora eu tenha N coisas para postar no blog, ainda assim me sinto bastante desmotivada, sem vontade para fazê-lo acontecer. Tanto que para tentar reacender essa fagulha de motivação dei uma mudada nas coisas lá (vide meu pseudônimo novo). Se afastar por um tempo e fazer outras coisas é bom também. Estudar algo novo, ler um livro de um gênero com o qual não estamos habituados, essas coisas que são novos ares são muito boas para levantar o astral. Ou pelo menos para passar o tempo.

    Eu gosto muito de assistir animações, principalmente depois de maratonar alguma série, pra dar aquela "descansada". Eu não tinha nenhuma animação para ver futuramente, então vou colocar na listinha esse filme que você recomendou. Como eu adoro bichinhos de estimação, vou ver mais por esse motivo do que qualquer outro. Assim que eu terminar de ver Narcos, irei assistir.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Kay (ou Sumire)! Queria ser controlada assim, haha. Mas, realmente, a gente aprende a ter autocontrole e a saber lidar melhor com os problemas. Faz parte do aprendizado que vem com o esforço e suor do trabalho, né? É o que faz pesar a balança para o lado positivo da coisa.
      Eu gosto muito de aprender coisas novas, é muito boa a sensação de adquirir um conhecimento ou uma habilidade a mais como um produto da nossa dedicação em algo. Parece que o peso nos ombros sai, um dever cumprido e algo novo que nos acrescenta e, como você disse, levanta o astral.
      Animações "leves" como Pets são perfeitas para isso! Principalmente para séries com temáticas mais profundas. Quando assistir, conte-me o que achou!

      Beijos!

      Excluir
  2. E n vejo a hora de assistir essa animação *u* (aloka doida por desenhos), porém, n sei se é impressão minha, mas ultimamente, os filmes e animações n estão mais com roteiros legais como antes... Então, espero q eu goste dele, q não seja só espetáculo do povo como aconteceu com Suicide Squad.
    Eu te entendo com essa bad, sério mesmo... Até pq hj é meu aniversário, e eu n sai e nem vou, pois ninguém liga, então passou a ser uma data insignificante para mim...
    Espero q tenha animação para continuar, bjss



    Twitter> @SkullMinds
    Snap: maisaindia
    Skull Minds

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! É, realmente alguns filmes que fazem muito sucesso e tem o "boom" de divulgação desapontam bastante. Mas Pets, mesmo que eu não tenha achado o melhor, é bom, quando assistir me conta o que achou. Ainda não consegui assistir Suicide Squad, por motivos de "privilegiei outras coisas", mas quero muito assistir para ver se realmente é essa grandiosidade que escutei.
      Poxa. Aproveite seu dia em casa mesmo fazendo uma maratona de séries e filmes, comendo muito brigadeiro, pipoca e besteiras do tipo. Espero que as coisas melhorem aí e parabéns, viu? Um ano a mais nesse mundo confuso, não é tão fácil de aguentar haha'.

      Beijos!

      Excluir
  3. Oe,Isa!
    Sobre essa coisa de empreendedorismo... Bem, eu meio que odeio isso porque a minha professora é terrível. Não que ela seja uma pessoa terrível, eu acho, mas ela é só alguém que fez letras e tem que ensinar coisas que não sabe. Ensino público, sabe como é. Mas boa sorte!
    Desanimo é o meu estado de espírito mais frequente atualmente. Depois vem a raiva adolescente e então a famosa bad. Sendo assim, eu acho que posso imaginar pelo que deve estar passando. As alternativas que você citou como possíveis soluções são boas, give it a try!
    E sobre o filme, eu também não esperava nada dele. Tanto que nem fui ver. Acabei assistindo Ben-Hur e advinha? Me decepcionei também. Mas mais do que você, eu acredito. De qualquer forma, vou esperar Pets chegar na Sky ou na Netflix.
    Beijos!
    Se Esse Mundo Fosse Meu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Empreendedorismo não me pareceu tão horrível, mas que tem algumas coisas bem cansativas, isso tem (Pra que tantas planilhas para preencher? Alguém me explica.).
      Raiva adolescente é outra "coleguinha" nem tão bem-vinda que, infelizmente, vem atrapalhando minha convivências com as pessoas...
      Quando assistir me diga o que achou!

      Beijos!

      Excluir
  4. Olá,Isa! Tudo bem? Todos nós meus sábados são lotados de compromissos então fica dificil eu ter um momento de lazer. Geralmente tem palestras que são interessantes,e que nos faz aprender um pouco mais.. Mais tem outras que minha nossa,haja coragem! Eu comentei aqui na última postagem e achei a postagem interessante,veja por um lado: nós podemos conhecer novas músicas! Procure mesmo! Tente fazer um esporte,dançar na chuva,sei lá faça algo que te deixei feliz. Eu tem postagens que nem postei por ter achado muito sem nucleo então até desisti delas e deixei de rascunho mesmo.. Eu gostaria de ter ido assistir esse filme mais como sou muito ocupado não tinha como,e, eu gosto de filmes de animação (somente de alguns) então..

    Então,já tentou imaginar seu cachorro sozinho em casa fazendo a maior bagunça e falando com outros animais fsbnfhbdsg. Gente essa gata é muito gordinha (sem ofensas) e acho tão fofa ♥ Tinha que ter explorado não é mesmo? Filme sem ter um pouco de sentido,nem faz sentido a gente assistir! Assim,o filme parece ser algo de se passar o tempo mesmo,por ser até um filme de animação,mais o filme parece ser interessado por ser relacionado aos animais também! Espero que quando e assistir faça algum sentido. Beijos!
    • reckless •

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Eu vou bem, e você? Fico muito feliz que tenha gostado do post passado e realmente é muito bom compartilhar nosso conhecimentos com os outros, mesmo que seja na forma de uma playlist. Seus conselhos são ótimos, me inspiram, e dançar na chuva é uma coisa tão boa ♥
      Realmente, isso de animais conversando entre si, mesmo que de espécies diferentes é uma coisa bem diferente, né? A gata é gordinha mesmo, mas isso a deixa mais fofa ainda.
      Quando assistir conte-me o que achou, ficaria muito feliz em saber sua opinião!

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi Isa, como vai?
    Eu amava as aulas de empreendedorismo que eu tinha na escola, o que eu mais gostava de fazer era os projetos, os trabalhos, eu sempre dava as ideia no grupo haha

    Eu vi o trailer do Pets no começo do ano nos cinemas e desde então eu quis ver pois achei criativo e engraçado, além disso é dos mesmo criadores de "Meu Malvado Favorito", então eu criei várias expectativas, eu também achei que o decorrer do desenho iria mostrar mais o cotidiano dos bichinhos, mas mesmo assim eu dei boas risadas. Eu gostei bastante, acho que o fato de o filme ter como alvo o público infantil os criadores/roteiristas acabam sendo meio desleixados nesses pequenos detalhes.

    Abraços,
    pile of roses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Eu vou bem, espero que tudo esteja bem por aí!
      Empreendedorismo é muito interessante, mas confesso que eu me estresso com algumas coisas, haha'
      Exatamente, eu também criei muitas expectativas, acho que até demais. O filme ficou bom, mas sinto que poderia ter sido melhor. De qualquer forma, não deixa de ser um bom filme para animar e dar algumas risadas.

      Abraços!

      Excluir