13/12/2016

Ideias incompletas

   Tem vezes que me surpreendo com minha não capacidade de terminar textos, argumentos e projetos. São ideias que seriam ótimas se fossem completas. Pena que muitas vezes não consigo concluí-las. Não saem dos rascunhos e, muitas vezes, nem da cabeça.

   Eu ouço uma música e penso numa cena. Digito correndo, sem ligar pros erros, no celular ou rabisco em algum caderno próximo. Se for uma imagem, faço traços tortos na primeira folha em branco que eu achar, ás vezes até num post-it. Até aí tudo bem, até que paro na metade e a criatividade parece sair batendo a porta. Faz puf. Que agonia. Olho pro trabalho incompleto e bate uma sensação de dever não cumprido. 

   Não vejo como obrigação, pelo contrário, eu faço apenas quando realmente me inspiro ou tenho vontade. Até por que não sou nenhuma artista mega talentosa. Eu desenho peixes listrados com nariz de palhaço pega essa referência e nuvens com bolinhas nas bordas das minhas provas por simples tédio. "De vez em muito" tenho uma inspiração para um texto curto ou uma ideia para uma história. Considero isso, no máximo, como um hobby desses que a gente faz só para desabafar ou passar o tempo na sala de espera do médico.

  O problema é sentir aquela sensação ruim por não concluir um texto da forma planejada, por sentir que poderia ser melhor se tivesse alguma coisa realmente legal antes do ponto final. Fica incompleto, sem lógica e sem sentido até para mim mesma. Tenho n histórias, contos e textos aleatórios incompletos, a maioria teve a primeira parte digitada no Word num dia e a outra parte pensada noutro mês, mas eu não disse que cheguei a terminar.

   Tem uma história sobre balões e crianças, a qual eu pretendia desenvolver temas como o amadurecimento e citar alguns sentimentos meus de quando tive que dizer "Adeus" pela primeira vez. Tem umas série de pequenos contos que se passam numa estação de trem, baseados em fatos reais e imaginados e inspirados em uma música da Maria Rita. Já até comecei a escrever um romance adolescente, só para perceber que não sei escrever cenas românticas. Não abandonei nenhum desses "projetos", pois ainda pretendo terminá-los, mas quando resolvo retomá-los percebo que perdi totalmente a criatividade e a motivação pra seguir adiante. Já pensei até em puxar o arquivo pra pasta do lixo e deixar lá, mas eu não quero me arrepender depois.

   É estranho. Algo perto de um bloqueio, só que invertido (?). Posso explicar assim: eu tenho várias ideias ao mesmo tempo, sei como vou começar, sei quais vão ser os temas e os assuntos. Até aí tudo bem, mas quando chega a hora de colocar em prática eu empaco. Fico sem criatividade para unir as ideias, não consigo fazer um desenvolvimento que me agrade o suficiente. Acho que a tal da coesão não é meu forte.

   Que agonia.
   Esses tempos também estava pensando em projetos para o blog, fiquei na dúvida em trazer conteúdo mais aleatório e pessoal ou em começar a programar algumas postagens mais longas. Eu realmente acho que não vou mudar muita coisa, vou trazer o que estiver passando pela cabeça no momento, mesmo dê uma agonia não conseguir colocar em prática aquela ideia super-hiper-mega-legal que tive. Outra coisa que queria saber: ultimamente a maioria das postagens são na linha de resenhas/recomendações de filmes, séries, bandas etc e eu queria saber se vocês gostam ou gostariam de uma diversidade melhor. Eu gosto de trazer esse conteúdo pois são coisas que eu estou gostando, mas sei que pode ser um pouco cansativa de só ler esse tipo de coisa.

   Enfim, por hoje é só. Até!

28 comentários:

  1. Isa, eu sinto isso o tempo todo. Se isso te serve de consolo, te convido a conhecer o meu quarto: tem pinturas (à óleo, acrílica e aquarela) inacabadas, rascunhos de desenhos e pinturas que nunca fiz, listas de projetos nunca feitos, diários de 2012, 2013, 2014 e 2015 começados e abandonados na primeira semana (ESSE ANO EU FINALMENTE CONSEGUI COMPLETAR UM, POR CÉUS), wishlist que nunca comprei e risquei, diários de viagem que acabaram no primeiro voo de avião e na primeira escala no aeroporto de Brasília... É, mas eu gosto disso, eu gosto dessa sensação. Antes eu tinha esse complexo do "não consigo concluir, não consigo fazer", hoje eu sinto que essa situação me torna mais artista. Pode parecer um pouco bobo, mas eu olho para alguns desenhos antigos que fiz, quando eu não sabia desenhar boca, e fico os imaginando com boca e morrendo de vontade de desenhá-las. Mas não, eles não estão "incompletos", eles apenas marcam uma fase importante e hoje vejo a minha evolução.

    Então, por favor, não arraste para a lixeira os seus rascunhos, não se sinta na obrigação de terminar a história sobre balões e crianças, ou os contos da estação de trem, ou até mesmo de saber escrever cenas românticas. Saiba que o que você escreve é maravilhoso; amo entrar aqui e refletir com as suas auto-análises. Você me lembra muito eu mesma (e não é só o nome, hahaha). Uma hora bate um insight daquela ideia e você consegue concluir, não se preocupe.

    Amo o conteúdo do blog desse jeitinho. Já respondi ao questionário ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, obrigada por cada palavra e cada conselho, você é um amor. Eu não sei o que estava me fazendo sentir assim, talvez a necessidade que eu senti de fazer algo para ocupar meu tempo livre, e eu comecei a escrever mais. Porém como eu vi que não concluí nada, eu fiquei chateada com isso tudo. Mas, vendo por esse lado, é parte do nosso aprendizado errar e parar no meio do caminho.
      Percebi que tenho que começar a olhar mais pra frente e parar de pensar tanto no que deixei pra trás ou abandonei. E isso vale pros meus projetos e textos. Espero um dia terminar mesmo haha'
      Obrigada mesmo, isa!

      Beijos!

      Excluir
  2. Olá!
    Moça, tens certeza que não somos parentes de alma, ou sei lá?! Eu entendo total, inteira e completamente essa sua agonia, até porque eu compartilho dela desde que me conheço bem hsuahsuahua
    Só acho que para mim, acabo ficando numa situação pior que a tua, pois nem criatividade para começar algo, muitas vezes, eu não tenho Skull Minds |Twitter |Tumblr | Snap: maisaindia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha' Será que não temos uma ligação e nem sabemos? É bem chato ter aquela ideia super legal e não terminar. Poxa, minha inspiração e criatividade surgem quando eu menos espero, mas tente encontrar o que te faz ter ideias diferentes, talvez ajude.

      Beijos!

      Excluir
  3. Acabei de responder o formulário! Só deixei as duas últimas partes em branco porque acho que seu blog está mais que ótimo, não tenho nada a criticar ou a sugerir :)

    Olha, eu entendo você; esse lance de deixar as coisas incompletas, de sofrer de ansiedade... sabe, eu acho que é um mal da nossa geração. Precisamos aprender a lidar.

    Beijos e boa quarta-feira para você!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Larissa!
      Pois é, percebi que estou muito ansiosa para terminar as coisas e isso está me deixando louca. Vou buscar formas de lidar com isso e ir melhorando.

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi!
    Eu também tenho muito disso, de pensar em tudo, mas na hora mesmo empacar. Mas eu tento não empacar e escrevo, mesmo que acabe numa coisa péssima.
    Tente aproveitar, pra quando pegar a ideia e já ir escrevendo sem se importar muito com o bom e ruim, tente pensar somente na história - e depois avalie. Eu faço assim :p
    Vou preencher o formulariozinho sim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada pelo conselho Vick. Eu, muitas vezes, deixo as ideias de lado também, é bem chato perder alguma coisa genial. Mas vou anotar tudo a partir de agora.

      Beijos!

      Excluir
  5. Olá,Isadora! Como você está? Isso acontece consecutivamente comigo,é muito complicado um texto sair claramente no papel,ou mesmo projetos que decido começar. Como inspiração eu uso dias de chuvas ou momentos da vida que eu esteja passando ou eu mesmo invento um contexto aleatório.. Diferente de você eu mesmo não consigo escrever ouvindo música e eu acabo ficando confuso! Eu tenho um tic e não gosto de fazer nada incompleto,posso dar o exemplo de provas mesmo se eu não souber uma questão eu coloque a mais aproximada.. Não sei se o forte da postagem era isso mas vamos continuar. As vezes me identifico com você,por diversas vezes dei inicio a textos ou mesmo pequenos quotes mas nunca tive a capacidade de continuar entende? Existe postagens minhas que eu comecei e não terminei e estão pegando pó no rascunho então é super prejudicial ter uma idéia e não conseguir colocar ela em simples palavras!

    Tente ser ousada,as vezes a insegurança de postar ou colocar aqui acaba te atrapalhando muito e seu blog tem um ótimo conteúdo,suas idéias são fantásticas lendo assim nem parece que você as vezes tem a mesma dificuldade minha mas continue por aqui,postando o que te faz bem! Eu respondi ontem mesmo o formulário e decidi comentar apenas hoje!Mudando um pouco do foco : Eai como ficou seu pc? Foi muito dificil escrever aqui?

    Beijos.
    | reckless | e Hematomas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou bem e você? É bem chato, né? Acontece direto comigo e eu fico incomodada, mas estou tentando parar de me importar tanto com isso e dar mais importância em continuar projetos que realmente me empolgo ou tenho mais certeza do que vou fazer. Dias chuvosos são mesmo uma boa ideia, passam uma tranquilidade e parece que as ideias ficam mais organizadas. Com você também é dessa forma?
      Obrigada pelos conselhos, vou segui-los! Sou bem insegura mesmo com essas coisas e estou trabalhando para perder esse receio de postar. Obrigada por responder, ajudou bastante!

      Haha' o notebook tá quebrado numa parte de baixo que é de plástico, mas tá funcionado de boas. Sabe que não atrapalhou pra escrever? Ele só está bugando e travando um pouco e ás vezes faz o ventilador da cpu faz uns barulhos meio estranhos, mas espero que ele continue em situações de uso haha' Legal você perguntar.

      Beijos!

      Excluir
  6. Lindo texto Isa, estou à conhecer o blog agora e de cara gostei, que inspiração inspiradora viu rs *-* e sobre as postagens poste o que vinher na mente, e que te faça bem é claro. Beijos ♡

    floordemandacaru.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Amanda! Ah, seja bem-vinda, passei no seu blog também e gostei do conteúdo.
      Vou seguir seu conselho!

      Beijos!

      Excluir
  7. Essas coisas são bem complicadas mesmo! Sou assim também, passo muito tempo para concluir um texto, tenho um esquema de um livro que eu pensei em escrever, mas um dia a gente faz né. Não quero me apressar, nem me sentir obrigada a fazer algo. Quando sentir que devo me dedicar eu vou e faço, e se não der certo tento outras coisas.
    Não vejo problema em posts aleatórios, acho que você deveria fazer isso mesmo!
    Adorei o seu blog!
    Beijos

    primaveraagridoce.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desisti dos livros já, me desanimo pra essas coisas longas. É uma boa coisa, não se obrigar a essas coisas é bom, demonstra equilíbrio(no meu ponto de vista).
      Obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  8. Isa, já são 40 seguidores, omg, que lindo! Parabéns.
    Eu entendo o que é isso, sempre acontece. Comigo até mais vezes, com mais coisas. Não pense que é a única, pois sei como é horrível isso. Sinto-me meio "incapaz" quando lembro de tudo que comecei e não finalizei.
    Sei lá, sinto preguiça e ansiedade de pensar, por exemplo, em fazer os detalhes e tudo mais. Tentei escrever um livro e o começo ficou um chuchu, mostrei pra professores e colegas com opiniões diferentes e eles adoraram, recomendaram também corretores pra quando a ideia fosse concluída, recebi bastante incentivo. E depois de três páginas escritas, o arquivo está no word, parado, a espera de alguém. As vezes lembro-me da história e tento em dar continuidade, mas...
    Poderia citar mais infinitos exemplos, porém, temos que nos animar ao invés de pensar em nossas derrotinhas.
    Enfim, obrigada pelo comentário no blog; não tem ideia de como me animou!
    Beijo, Isa. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Myunt <3 Pois é, né. Nem eu to acreditando nisso... Obrigada!
      Sim, é algo bem rui, digo, esse sentimento de incapacidade faz muito mal. Também já tentei escrever um livro, mas acabei desistindo da ideia. Eu raramente mostro meus textos pros amigos, há raras exceções, mas na maioria das vezes eu só deixo no celular ou no caderno mesmo e posto alguns aqui no blog. Sei lá, tenho certa vergonha.
      Haha' isso aí, temos que ver os lados positivos também.
      Ah, eu surtei quando vi postagem sua, fiquei toda animada porque estava preocupada com seu sumiço. Mas que bom que voltou, não suma mais assim, viu?

      Beijos!

      Excluir
    2. Isa, sinta-se dolorida como se alguém tivesse apertado suas bochechas com toda força do mundo! <3

      Excluir
  9. Olá Isadora, tudo bem com você?
    Eu sinto também grande bloqueio inspirador, é de fato e muito agoniante, quando do nada chega uma ideia na sua cabeça, você começa a escrever mais depois vai se apagando até dar um branco total e você fica "agora lasco". Fico muito agoniada mesmo.
    Eu já escrevi uma fanfic faz um ano, estou escrevendo outra so que dessa vez e mais séria e está guardada na minha pastinha lá, talvez possa se tornar um livro, mais tbm estou nessa agonia de não sei por onde vou!
    Um método que eu uso e ficar vendo coisas que eu gosto, relembrar sentimentos e tentar deixar eles falarem, bem loko isso kkkkk!
    Beijos e seguindo seu blog mega fofo!
    http://onlypoison1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou bem e você?
      É muito chato mesmo, sinto como se as ideias estivessem bloqueadas. Sério? Te desejo boa sorte com a fanfic, tomara que as ideias voltem!
      Haha' é um bom método!

      Obrigada!
      Beijos.

      Excluir
  10. Olá o/
    Eu nunca apareci por aqui, mas já tinha te visto em outros blogs. Enfim, prazer eu sou a Alone!

    Cara eu também sinto MUITO MUITO isso. Tipo, eu tenho altas ideias na minha cabeça - principalmente de desenhos e histórias - mas na hora que é pra executar não sai do jeito que eu pensei e ás vezes não sai absolutamente nada. Chega a ser um pouco frustrante e eu fico com raiva -q. Porém em algumas situações eu consigo fazer normalmente (mas é bem raro e isso é triste porque eu quero muito fazer as coisas mas não consigo).
    Eu gostei muito sobre como você explicou esse assunto e eu me identifiquei bastante!! Eu respondi o formulário mesmo não conhecendo muito aqui, só pra dar uma ajudinha :3

    godibai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Haha' obrigada pela visita! Prazer, sou a Isa!
      Pois é, é exatamente isso! Frustra demais. Não sei se você ter se identificado é bom, afinal não é uma coisa boa, mas fico feliz que tenha gostado!
      Ah, já ajuda muito!

      Beijos!

      Excluir
  11. Eu também sou assim. Tenho aquela vontade imensa de escrever, criar bons textos ou simplesmente continuar a minha fanfic, as ideias aparecem, mas apenas parte delas e a gente não consegue encontrar as palavras certas para descrever as coisas daquele jeito criativo. Isso é um saco :P
    Mas é muito inteligente da sua parte correr para anotar as ideias quando surgem, acredito que seja a melhor maneira de colocá-las num texto. Eu nem sempre faço isso. Geralmente eu só penso mesmo e acabo esquecendo, auehaue.
    Bem, mas é importante ressaltar que você escreve bem sim. Olha só o texto que saiu, e apenas para explicar como está se sentindo. Bem, é difícil mesmo colocar tudo no papel de modo que nos agrade, mas vamos continuar trabalhando nossa mente pra melhorar cada vez mais nisso.
    Eu gosto de conteúdos pessoais nos blogs, legal você querer incorporar mais isso :3 Mas também adoro resenhas e posts de recomendação. Acho que você pode mesclar todas as temáticas, desde que agrade a si mesma.

    ♡ { Barbie Pretty Sweet } ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, é muito chato e parece que o bloqueio não passa nunca. Haha' gosto de anotar, mas depois não consigo desenvolver :/
      Obrigada, Liih! Pois é, dizem que é praticando e tentando que a gente chega a objetivos e resultados, não é?
      Ah, isso é legal. Vou ver para trazer conteúdos intercalados aqui. Assim eu trago tanto o que agrada quem lê e se interessa por variedades e consigo sanar minhas vontades de vir falar besteira haha'

      Beijos!

      Excluir
  12. Olá Isa,
    Está bem complicado acreditar nisso "É estranho. Algo perto de um bloqueio, só que invertido (?). Posso explicar assim: eu tenho várias ideias ao mesmo tempo, sei como vou começar, sei quais vão ser os temas e os assuntos. Até aí tudo bem, mas quando chega a hora de colocar em prática eu empaco. Fico sem criatividade para unir as ideias, não consigo fazer um desenvolvimento que me agrade o suficiente. Acho que a tal da coesão não é meu forte." acho seu blog tão incrivel, tudo que escreve aqui acho realmente interessante de se ler, seja o que for. Vou dar uma olhada no formulário e ver se posso ajudar de alguma maneira <3
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Haha eu tenho vários bloqueios, então encho o blogger de rascunhos e vou desenvolvendo os que eu consigo. Mas tenho mania de reles e corrigir tudo, e ainda ficam algumas pontas soltas.
      Obrigada, eu fico feliz que você goste! Eu escrevo com carinho.

      Beijos!

      Excluir
  13. Eu acho que já passei por esse lance de não saber continuar a história. Mas sabe o que eu faço quando isso acontece? Dou um tempo para a história e quando eu fico com vontade eu volto a fazê-la. Acho que quando você está com um sentimento, melhora, porque você se inspira num sentimento e faz um acontecimento na história. Não joga essas histórias para o lixo, só se você não gostar mais delas. Mas se ainda gosta, dê um tempo até a inspiração bater. Você sentir a vontade. Ouça várias músicas tente botar um sentimento na música que represente de um personagem, é uma boa ideia. E depois você faz um capítulo falando do porque desse sentimento, ou então desenvolve durante a história. Acho um bom truque. Mas se não vem de jeito nenhum a ideia, só espera bater a vontade de continuar! Olhe para sua vida, o que você aprendeu sobre os outros? Você podia botar algo na sua história assim. Se inspire numa xícara de café, em algo simples. Num medo seu, numa alegria sua, numa tristeza, algo. Bem, espero ter te ajudado com essas dicas. Qualquer coisa pergunta lá no Snack Cheese ^^. Irei responder o questionário!

    ┈━═☆Até
    O Snack Cheese é a queijolândia~ | Temos tintas e penteados! ✄ Venham, o Snack Cheese virou salão ♥ ฅ(^T^)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já faz algum tempo que passei a fazer isso - deixar a história em hiatus por um tempo até a criatividade/vontade voltar.
      Sim, tenho que concordar, os sentimentos ajudam bastante na hora de escrever. Obrigada pelas dicas!
      Haha' qualquer coisa passo lá, sim.
      Obrigada!

      Beijos!

      Excluir