24 de fevereiro de 2017

Pedestais

Fonte: Pexels
   Ele voa, bate na luz. Voa para trás e pega impulso e se choca de novo. Diacho! Voa, bate, voa. A saga do mosquito na lâmpada é curiosa. Até que ele chega ao tão desejado prêmio: a luz! e cai. Tadinho.

   Parece eu, parece você, parece fulano. Quem é que nunca colocou alguém no pedestal, com maravilhosas primeiras impressões, e depois quebrou a cara?

   Tá bom, pode atirar a pedra, ninguém assume que faz isso. Pelo menos, não até cair no chão feito o mosquito "torrado". #RIPmosquito
   Esse talvez seja o texto mais estranho que escrevi, se é que ele é um texto e não uma simples ideia que tive enquanto escutava música e olhava pro teto. O fato é que comparar um mosquito que fica voando atrás da luz ao hábito que temos de colocar pessoas em pedestais me pareceu algo legal. Tenho que confessar que agora já estou achando isso tudo muito estranho, e até engraçado. Afinal, pobre do mosquito, não é mesmo?

   Pessoas, ficar sem internet é algo muito estranho. Principalmente depois de uma semana, eu quase fiquei louca ~exagero~ por ficar tanto tempo sem comunicação com meus amigos que moram mais longe. Eu fiz outras coisas, claro. Terminei de ler um livro, estudei, dormi e fiz outros nada, mas foi estranho.

   Mas enfim, o post de hoje é simples assim, curto mesmo, rápido desse jeito. Qual a opinião de vocês sobre essa mania que a gente tem de praticamente idolatrar certas coisas? Acho que tudo tem limite, mas também na falta disso a gente se perde. Enfim, até!

14 comentários

  1. Sou a lampada e o mosquito é o boy.
    Eu queimei ele. Acho que sobrevive.
    Pedi pra ele nao criar expectativas, mas ficou insistindo e no final ... deu no que deu.

    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, foi vacilo... Mas se ele vive, pelo menos saiu com uma lição: não ser mais o mosquito.

      Beijos.

      Excluir
  2. Bela comparação!
    Eu não me envergonho em dizer (ok, me envergonho sim!) que tenho essa mania.
    Coloco pessoas, planos e situações, tudo em um pedestal de areia. Daí vem uma chuva chamada vida e leva tudo com ela.

    Eu adorei seu texto Isa (me utilizando da intimidade que não foi dada)!

    E sobre ficar em Internet, só tenho uma coisa a dizer, "Trágico!". Como diria o senhor Omar de Everybody hates Chris.

    *Obrigada por seu comentário lá no blog!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu te dizer que tive essa ideia bem do nada antes de dormir, tu acredita? Mais um produto do que uma mente entediada pode ser capaz haha'
      Acho que todo mundo tem um pouco disso, alguns mais outros menos. Quebrar a cara virou quase uma rotina, sou como você, meus pedestais são de areia também.
      Ué, pode me chamar de Isa, sim! Se quiser inventar um apelido diferente também pode!
      Haha' exatamente isso.

      *de nada, passo sempre lá quando posso(dei uma sumida por motivos de "tragédia", mas vortei)

      Beijos.

      Excluir
  3. É claro, Isa. Todos nós já nos enganamos a respeito de alguém e o pior é que naquele momento, continuamos tentando - porque às vezes não queremos nos desprender de alguém tão fácil. Isso aconteceu comigo quando uma amiga se afastou. Eu fiquei insistindo e só deu merda. Eu não queria desistir dela, por isso, não me culpo nem um pouco. Só que a gente precisa entender que existe pessoas que só querem te magoar, e a melhor solução - após algumas tentativas de solução - É se afastar. Gostei da metáfora, Isa! Foi bem pensada ^^

    ♡ { Barbie Pretty Sweet } ♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você acaba de descrever uma boa parte dos meus erros, e de alguns acertos também. É na teimosia e na insistência que a gente se machuca por conta de pessoas que nos magoam e não dão a mínima.
      Poxa, em relação a essa sua amiga, comigo aconteceu uma coisa parecida, mas não deu tanta merda assim.

      Obrigada, mas foi uma metáfora bem aleatória mesmo, que veio assim do nada haha'
      Beijos!

      Excluir
  4. Não acho que o texto tenha ficado estranho porque você soube muito bem comparar os dois pontos. Acho inaceitável pessoas que exaltam ídolos em todos os momentos, principalmente quando eles estão errados.. Não é porque eu sou fã dele que eu vou me doer quando ele está errado. Está errado? Sofra as consequências como qualquer pessoa normal!
    Ficar sem internet é horrível. Os(as) dois(duas) primeiros(as) dias(horas) é até de boas, mas passou disse o bichinho do desespero começa a dar sinal. Esses dias fiquei sem net também e sim, eu fui colocar créditos no celular pra usar o 3g, acredita?! rs
    Desculpa o sumiço.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Pois é, tudo tem limite, e até mesmo a questão dos ídolos nem sempre é saudável. Acho que deveria acontecer exatamente o contrário, pelo fato do fã querer o bem para o ídolo, deveria reconhecer que ele não é um deus perfeito e que deveria aprender também.
      Haha' sim, eu fiquei assim, louquinha. Haha' eu fiz isso também! Mas eu gastei o 3G rápido demais, do jeito exagerada que sou, abri tudo de uma vez só sem pensar antes.
      Tudo bem, eu dei uma sumida também :/

      Beijos.

      Excluir
  5. Olá, tudo bom? Desculpe ter demorado para comentar e entrar aqui, é q eu ando tão desanimada ultimamente :/

    Putz, eu ri no #RIPMosquito shaushau Pobre do mosquito nada! Fidamãe vem no meu ouvido de noite quando estou pegando no sono shuahsau parei...
    Infelizmente eu faço isso, "coloco as pessoas no pedestal" :/ Sei q é feio isso, mas n tem como. Todo mundo faz isso '-'
    Idolatrar as coisas? Faz parte! Mas realmente tudo tem um limite... E talvez zum fase, pois cada hora idolatramos alho diferente e.e'
    O seres humanos são estranho shusahushau
    bjs

    Blog: Skull Minds | Twitter | Tumblr | Pinterest | WeHeartIt | Instagram
    Snap: maisaindia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou bem e você? Ah, não tem problema, você apareceu pelo menos. Sabe que eu também estou assim esses tempos :(
      Haha' fico feliz que tenha gostado. Eles chateiam muito mesmo, dá raiva do zumbido.
      Pois é, parece que é uma mania ou um hábito que, por mais que nos atrapalhe, a gente não consegue não fazer.
      Realmente, eles(nós) somos. haha'

      Beijos.

      Excluir
  6. Pensamos que bobos são os mosquitos e mariposas, mas bobos somos nós. Temos consciência de que algo vai dar errado (ao contrário deles) e enfiamos a cara, mesmo assim. Culpa dos pedestais. E das expectativas, malditas expectativas...

    (p.s.: adorei sua reflexão ♥)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, Larissa. É engraçado pensar que nós, que somos os "mais racionais", somos os que menos aprendemos no meio disso tudo.
      Expectativa está no mundo pra nos fazer quebrar a cara, tem seu lado positivo, mas nessas horas nem mesmo isso nos ajuda.

      Obrigada <3
      Beijos.

      Excluir
  7. Olá Isadora,
    Achei seu texto um tanto engraçado e uma boa comparação.
    Eu admito, eu tinha essa mania de colocar todos no pedestal, mas aí percebi que são pessoa normais como eu e você, até a Beyonce é.

    Quando tenho tempo livre e fico sem internet, fico perdidinha, tipo, "o que eu faço da minha vida agora?", e é ridículo pois há tanto o que se fazer quando não se tem internet.

    Abraços,
    pile of roses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Bia! <3
      Pois é, se até a Beyoncé erra, porque não podemos aceitar que erramos também, né? Afinal, ela é de carne, osso e ilusões que nem a gente.
      Haha' fico assim também, e o pior é que as outras coisas parecem ser meio "chatinhas" nessas horas. A internet faz falta depois que nos acostumamos a tê-la sempre.

      Beijos!

      Excluir